Amigos que nao me abandonam.......me desculpem pela demora pra atualizar o blog.....mas espero que gostem desta crônica.....acho muito profunda. São palavras que nos levam a refletir sobre a vida.....esta metáfora do descascar da cebola torna claro que deveríamos fazer esse exercício e tentar nos descobrirmos e tirar todas as mascaras que usamos no dia a dia......né não

                            ps.: tentando ser elegante com tanta chuva.......hehehe

beijos



Escrito por Sô às 13h08
[] [envie esta mensagem]



O Martelo e a Bigorna

   Falam muito mal do Diabo. Concluí que isto é coisa injusta, maledicência, tenho estado conversando com ele, e pelos pensamentos que me fez pensar, cheguei à conclusão de que ele não é o vilão que todos dizem...

   Tudo começou no hospital, ao martelar da dor de uma hérnia de disco. foi aí que me lembrei do diabo, porque a dor é coisa dele. De Deus que não é, pois se Deus gastasse o seu tempo em me fazer sofrer não seria melhor que um torturador, não mereceria o meu respeito e, muito menos, o meu amor.....

   Pensei em Jó, dizem os poemas sagrados que, num belo dia, Deus se reuniu com todos os seus vassalos. E, entre eles estava-sabem quem? - ele, Satã, o adversário. Inicia-se então uma conversa cortês entre os dois, Deus e o Diabo. Depois de perguntar sobre suas andanças, e de ser informado de que ele havia vindo passear por toda a terra, Deus lhe pergunta: "Você já viu o meu servo Jó? Homem extraordinário, nele só existem coisas boas. Jó é uma canção de beleza. Ah! como me deleito, escutando sua música!"

  "Não é para menos", respondeu o Diabo. "Pois tu o tens cercado só de coisas boas, estranho seria se não estivesse cantando, mas deixa que eu o submeta a um teste, deixa que o ponha sobre minha bigorna e lhe bata com o meu martelo! Vamos ver se, depois de esmigalhados os supérfluos, quando ele estiver absolutamente só com a sua verdade, se ainda a mesma música se fará ouvir....."

   E me veio então a curiosa idéia de que o diabo é o encarregado do controle de qualidade do ser humano. Ele não acredita nas aparências. Vai descascando a gente como se fôssemos cebola, casca a casca, até chegar lá no interior escondido, para ver o que é que tem lá. Existirá algo? Ou será só o vazio? Pensei isto porque é precisamente isto que a dor faz: ela tira todas as cascas, destrói todos os supérfluos, até que só sobra, lá no fundo, aquilo além do que então se pode ir. e esta é a hora da verdade.

   Por isto que parei de chamá-lo de Tentador - uma palavra carregada de sugetões morais, como se o seu negócio fosse enganar e lançar no inferno.Prefiro antes chamá-lo de Testador, aquele que nos faz passar pelo teste, que nos submete ao controle de qualidade para ver se, dentro da bela viola não existe só pão bolorento.

  Outros textos sagrados são mais radicais ainda, e sugerem que o Diabo não é uma entidade à parte, mas é o "lado de trás de Deus". O Testador é Deus, quando ele pega a bigorna e o martelo, pois foi isto que ele fez com Abraão, homem bom e feliz, que não se cansava de tocar em sua flauta os mais belos louvores à vida, pela alegria de um filho, nascido além de todas as esperanças. E se diz que chegou o momento em que Deus resolveu fazê-lo passar pelo teste."Abraão, Abraão, toma o teu filho, o teu único filho, a quem amas, e oferece-o como sacrifício sobre as montanhas." Vamos ver, Abraão, se sem o seu filho, você continuará a tocar a sua flauta....Vamos ver se você será capaz de "conter a morte, a morte inteira, docemente, sem se tornar amargo..."(Rilke). e dizem também os relatos do Novo Testamento, que foi o próprio Espírito que empurrou Jesus para o deserto (lá, onde a solidão é total: onde se diz: "Estou perdido!", lá, onde todos os grito spor socorro são inúteis: lá, onde não existe nem água nem pão: lá, onde se ouve o rugir da morte bem próximo...)para ser testado pelo Diabo.

     Só se sabe a verdade que mora dentro da gente quando a cebola chegou ao fim, e já não temos nenhum artifício de defesa, nenhum desodorante que disfarce o mau cheiro, nenhuma barulheira de festa e de ação que nos distraia do encontro com o abismo. Lá, no meio da dor, no hospital, fazendo estas meditações mefísticas, e toca-fitas tocava uma sonata de Beethoven. e me vio uma afirmação, que nem mesmo minha dor conseguiu silenciar: "Nem mesmo toda a dor do mundo poderá alterar este fato, que esta sonata é infinitmente bela, e o será por toda a eternidade, ainda que não reste ouvido algum para ouvi-la..."

    Pois é, até fiquei agradecido ao martelo e à bigorna pelos pensamentos que me fizeram pensar......

(Rubem Alves)



Escrito por Sô às 12h45
[] [envie esta mensagem]



AMIGOS DO DESERTO

"Diz uma linda lenda árabe que dois amigos viajavam pelo deserto e em um determinado ponto da viagem discutiram e um deu um tapa no rosto do outro. O outro, ofendido, sem nada a dizer, escreveu na areia:

HOJE, MEU MELHOR AMIGO ME BATEU NO ROSTO.

Seguiram e chegaram a um oásis onde resolveram banhar-se. O que havia sido esbofeteado começou a afogar-se sendo salvo pelo amigo. Ao recuperar-se pegou um estilete e escreveu numa pedra:

HOJE, MEU MELHOR AMIGO SALVOU-ME A VIDA.

Intrigado, o amigo perguntou: _ Por que depois que bati, você escreveu na areia e agora escreve na pedra?

Sorrindo, o outro amigo respondeu: _ Quando um grande amigo nos ofende, devemos escrever na areia onde o vento do esquecimento e do perdão se encarregam de apagar; porém quando nos faz algo grandioso, deveremos gravar na pedra da memória do coração onde vento nenhum do mundo poderá apagar."



Escrito por Sô às 12h36
[] [envie esta mensagem]



 

CASTELO DE AREIA                                           

Quando abro a janela

Sinto o vento frio do mar                             

Trançar minha barba branca

Uma lágrima escorre,

Mas não é pela areia ou pelo vento

É pela maré que,

Ciclicamente,

provoca-me.

Fixo os olhos em minhas mãos

Cansadas e feias

E rio, pois sei.

Que não conseguirei

Reconstruir meu castelo de areia

Fecho a janela e durmo,

Com a certeza que duas verdades existem:

A de que vamos morrer,

e a de que as estrelas se apagarão.

Uma destas eu senti,

A outra espero...

E aquele sorriso,

Que deixastes para mim,

Deixarei para sonhá-lo

Apenas no fim.


MOMENTOS EM VIDA

Preciso parar e sentir

Momentos cheios de emoção, calor, dor

Que cala ao coração e sinto partir

Sensações que em meu ser borbulham com ardor

Preciso calar o vai e vem

De momentos que sufocam

Lágrimas que correm

Alívio, suspiro e um olhar no além

Aí percebo que a natureza

Chora também

Será que o choro dela

É igual ao meu?

Penso que não

E vejo que o meu

É a alegria de ser

Parte desse querer bem

(autor desconhecido)  são lindos poemas!!!!!!!                                           



Escrito por Sô às 21h05
[] [envie esta mensagem]



A FLOR DO SONHO  -   FLORBELA ESPANCA

A flor do sonho alvíssima, divina

Miraculosamente abriu em mim,

Como se uma magnólia de cetim

Fosse florir num muro todo em ruiína

Pende em meu seio a haste branda e fina.

E não posso entender como é que, enfim,

Essa tão rara flor abriu assim!...

Milagre...fantasia...outa talvez sina...

ò flor, que em mim nasceste sem abrolhos,

Que tem que sejam tristes os meus olhos

Se eles são tristes pelo amor de ti?!...

Desde que em mim nasceste em noite calma,

Voou ao longe a asa da minh'alma

E nunca, nunca mais eu me entendi....                                                                                        



Escrito por Sô às 09h00
[] [envie esta mensagem]



AUSÊNCIA __-__

 Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os teus olhos que são doces
___ Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente
exausto. ___ No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida
___ E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz.
___ Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado. ___ Quero só
que surjas em mim como a fé nos desesperados ___ Para que eu possa levar uma
gota de orvalho nesta terra amaldiçoada ___ Que ficou sobre a minha carne
como nódoa do passado. ___ Eu deixarei... tu irás e encostarás a tua face em
outra face. ___ Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a
madrugada. ___ Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o
grande íntimo da noite. ___ Porque eu encostei minha face na face da noite e
ouvi a tua fala amorosa. ___ Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa
suspensos no espaço. ___ E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu
abandono desordenado. ___ Eu ficarei só como os veleiros nos pontos
silenciosos. ___ Mas eu te possuirei como ninguém porque poderei partir. ___
E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas. ___
Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada.__-__
(Vinícius de Morais)
             


                  

Muitas vezes em nossa trajetória perdemos pessoas queridas ou nao nos esforçamos em estar sempre em contato com um amigo querido como deveríamos estar....

Consideramos que a falta de ver ou de sentir esse alguem significa que esta nao pode mais nos ajudar, apenas em um momento difícil da vida como os  de angústia, tristeza, dor ou mesmo solidão..paramos,  pensamos e lembramos desta ou daquela imagem, desse ou daquele alguém, aí sim permitimos que eles nos auxiliem e façam toda a diferença que precisamos  nos trazendo alegria e compreensão....

Não digo com isso que as pessoas com quem convivemos nao são importantes, o são demais, nos dão apoio, carinho, compreensão...mas tudo isso torna mais fácil a percepção por estarmos em contato , por sentir, ver, escutar, ouvir.......

É exatamente na ausência que muitas vezes nos aproximamos e sentimos o quanto amamos alguém.....



Escrito por Solaine às 19h53
[] [envie esta mensagem]



NAVEGUE
 (Fernando Pessoa)

    "Navegue, descubra tesouros,
    mas não os tire do fundo do mar: o lugar deles é lá.
    Admire a lua, sonhe com ela,
    mas não queira trazê-la para a Terra.
    Curta o sol, se deixe acariciar por ele,
    mas lembre-se que o seu calor é para todos.
    Sonhe com as estrelas,
    apenas sonhe, elas só podem brilhar no céu.
    Não tente deter o vento, ele precisa correr por toda a parte,
    ele tem pressa de chegar, sabe-se lá onde.
    Não apare a chuva,
    ela quer cair e molhar muitos rostos, não pode molhar só o seu.
    As lágrimas ?
    Não as seque, elas precisam correr na minha, na sua, em todas as faces.
    O sorriso !
    Esse você deve segurar, não deixe-o ir embora, agarre-o !
    Quem você ama ?
    Guarde dentro de um porta-jóias, tranque-o, perca a chave !
    Quem você ama é a maior jóia que você possui, a mais valiosa.
    Não importa se a estação do ano muda, se o século vira,
    se o milênio é outro, se a idade aumenta;
    conserve a vontade de viver, não se chega à parte alguma sem ela.
    Abra todas as janelas que encontrar e as portas também.
    Persiga um sonho, mas não deixe ele viver sozinho.
    Alimente sua alma com amor, cure as feridas com carinho.
    Descubra-se todos os dias, deixe-se levar pelas vontades,
    mas não enlouqueça por elas.
    Procure, sempre procure o fim de uma história, seja ela qual for.
    Dê um sorriso para quem esqueceu como se faz isso.
    Acelere seus pensamentos, mas não permita que eles te consumam.
    Olhe para o lado, alguém precisa de você.
    Abasteça seu coração de fé, não a perca nunca.
    Mergulhe de cabeça nos seus desejos e satisfaça-os.
    Agonize de dor por um amigo, só saia dessa agonia se conseguir tirá-lo
também.
    Procure os seus caminhos, mas não magoe ninguém nessa procura.
    Arrependa-se, volte a trás, peça perdão !
    Não se acostume com o que não o faz feliz,
    revolte-se quando julgar necessário.
    Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue
nelas.
    Se achar que precisa voltar, volte !
    Se perceber que precisar seguir, siga !
    Se estiver tudo errado, comece novamente.
    Se estiver tudo certo, continue.
    Se sentir saudades, mate-a !
    Se perder um amor, não se perca !
    Se achá-lo, segure-o !"

                                      

Sinto que lendo um poema, ou digamos um guia de vida como este, nos faz sentir o quanto poderíamos fazer ainda em nossas vidas e nao fazemos, dar sentido a coisas simples e que passamos frequentemente por cima sem sequer notar, e qdo podemos ler tanto sentimento, tanta tristeza, mas ao mesmo tempo  tanta beleza, valeu o dia......então gostaria de dar este presente pra todos que me vizitam .......pq considero que compartilhar algo assim é realmente um presente e dou muito valor a isso.....e depois de tão belas palavras como estas de Pessoa, preciso dizer mais alguma coisa?

PS.: leio este poema e me vêm à memória uma lembrança de uma professora que guardo com carinho, Rita Belmudes, ela lia poemas como este com muito sentimento.....parece que a vejo lendo......rs.....beijos fessora.

 

Muitos beijos.....




Escrito por Solaine às 17h28
[] [envie esta mensagem]



 Oi gente.....demorei um pouco pra postar, semaninha corrida....volta às aulas....material.....fazer um montão de coisas....mas, afinal deu ânimo pra escrever um pouquinho.... o tempo deu uma melhorada, isso anima tb....tanta chuva já tava ficando emboloradinha.....rs.. estou aproveitando esses dias de folga e lendo bastante.....dá pra viajar na história , li Madame Bovary , de Flaubert,  um romance muito interessante cujo tema principal é a traição e a realidade minótona e falsa da época ,narrativa detalhista e realista...como tb o livro de crônicas de Rubem Alves, que pude reler com calma agora. É muito, muito interessante......nos faz refletir sobre momentos do cotidiano e ver a beleza em coisas tão simples.....são apenas dois de alguns que li e que estou lendo e aprendendo conceitos maravilhosos, dá pra refletir muito sobre a vida.....sobre as pessoas, amizades, sentimentos.....ui, introspectiva hoje.....rs

                                                                     


                                                                                   

O meu olhar é nítido como um girassol.

Creio no mundo como num malmequer,

Porque o vejo.Mas não penso nele,

Porque pensar é não compreender...

O mundo não se fez para pensarmos nele

(Pensar é estar doente dos olhos)

Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo....

(Fernando Pessoa)     


 

Sejamos simples e calmos,

Como os regatos e as árvores,

E Deus amar-nos-á fazendo de nós

Belos como as árvores e os regatos,

E dar-nos-á verdor na sua primavera,

E um rio aonde ir ter quando acabemos!..

(Alberto Caeiro)                                                                        

Ah! Dri brigadão pelo mail tão lindo que me mandou                                 

beijos pra todos



Escrito por Solaine às 15h36
[] [envie esta mensagem]



"A verdade é dura como o brilhante, mas também é delicada como flor de pessegueiro"

(Mahatma Gandhi)


Tanto de meu estado me acho incerto,

Que em vivo ardor tremendo estou de fio;

Sem causa juntamente choro e rio,

O mundo todo abarco, e nada aperto.

É tudo quanto sinto um desconcerto:

Da alma um fogo me sai, da vida um rio;

Agora espero, agora desconfio,

Agora desvario, agora acerto.

Estando em terra, chego ao céu voando;

Numa hora acho mil anos, e é de jeito

Que em mil anos não posso achar uma hora.

Se me pergunta alguém por que assim ando

Respondo que não sei;porém suspeiro

Que só porque vos vi, minha Senhora.

(Camões)                                                            



Escrito por Solaine às 15h41
[] [envie esta mensagem]



  ai ai ai que chuvinha, logo na segundinha.......rs

Escrito por Solaine às 14h41
[] [envie esta mensagem]



INCONSTÂNCIA

Procurei o amor, que me mentiu.

Pedi à vida do que ela dava;

Eterna sonhadora edificava

Meu castelo de luz que me caiu!

Tanto clarão nas trevas refulgiu,

E tanto beijo a boca me queimava!

E era o sol que os longes deslumbrava

Igual a tanto sol que me fugiu!

Passei a vida a amar e a esquecer...

Atrás do sol dum dia outro a esquecer

As brumas dos atalhos por onde ando...

E este amor que assim me vai fugindo

É igual a outro amor que vai surgindo,

Que há-de partir também...nem eu sei quando...

(Florbela Espanca)


Poetisa portuguesa, nem preciso dizer que adoro seus poemas, sempre tristes e muitas vezes passa uma forte angústia que deve ter sido reflexo de sua vida......tanto que na madruga de seu 36º aniversario suicida-se com uma grande dose de Veronal ..... tanta tristeza, tanta procura a vida toda e ao mesmo tempo tanta clareza para escrever tao belas e profundas palavras.....

Bom domingo pra todos...beijoes



Escrito por Solaine às 21h30
[] [envie esta mensagem]



Ontem esqueci de dar bom ano novo pra todos!! isso mesmo, no calendário chinês ontem foi o primeiro dia do ano novo.......eles calculam essa passagem de acordo com a mudança da lua, logo todo ano varia o dia e o horário da virada.......



Escrito por Solaine às 13h16
[] [envie esta mensagem]



   Eu adoro essa bonequinha.....brigada Aninha por tê-la me passado e melhor , por achar que ela

                       se parece comigo........rs.......

                        Li outro dia que não conhecemos ninguém por acaso, e que sempre tem um motivo por estarmos convivendo ou nos relacionando com alguém, daí paro e penso, como a vida é mágica. Algumas pessoas ficam pra sempre com a gente, outras passam tão rapidamente que muitas vezes nos esquecemos delas, mas não é por isso que deixam de ter sua importância também....vai ver.....que era apenas pra um auxilio do lado de cá ou do lado de lá...Mas percebemos quando alguem vai se demorar em nossa vida.....ou até que ponto ela será marcante.....está intrínsico na sensibilidade do ser humano....acho isso empolgante, emocionante.....e agradeço a Deus , aos anjos...aos companheiros espirituais.....todas pessoas que passaram, de forma positiva ou não, pois com erros aprendemos muito....as pessoas que estao em minha vida as que estarão sempre comigo....



Coloquei o link do cartoon por pequenina pressão dos meus pimpolhos.....(Thuany, Thalles e Thaís...)

Escrito por Solaine às 07h35
[] [envie esta mensagem]



A culpa constrange, inferioriza, deprime,

Tudo depende de como você vê os fatos da vida.

Quando você se vê menos, perde o poder.

Esta ilusão o deixa à mercê dos outros.

Adependência escraviza e enfraquece.

Perceba que a vida o enriquece de potenciais.

Ao confiar nela, você se torna forte e livre.

A verdadeira felicidade está na habilidade de

ver com bons olhos.

Errar faz parte da aprendizagem.

Todos queremos sempre o melhor.

Não importa o tamanho do erro.

Diante das leis universais

somos todos inocentes.

(ZibiaM. Gasparetto)

 

 



Escrito por Solaine às 20h19
[] [envie esta mensagem]



 gentem....muita chuva.......pra dormir ate que é gostoso.......rs

 

   



Escrito por Solaine às 15h14
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, Livros, Casa e jardim, família, música, viajar e cinema.lanarr@uol.com.br


Histórico
16/02/2004 a 29/02/2004
01/02/2004 a 15/02/2004
16/01/2004 a 31/01/2004


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
janis joplin
klick escritores
humor nordestino
cartoon
blog da Jana
blog da Aninha
newspinners
blog da Cynthia